Banner
Banner
Banner
Ao Vivo | Programa | Revista | Resultados | COMO E ONDE APOSTAR
Editorial
Noticias
Ter, 17 de Março de 2020 17:04

NOTA DO JCRGS SOBRE A REALIZAÇÃO DAS CORRIDAS

Como é do conhecimento geral, vivemos tempos difíceis em matéria de saúde pública, e o que é pior, com forte tendência de agravamento, o que se dá em face da pandemia denominada ‘COVID-19’, mais conhecido como ‘CORONAVÍRUS’.

No âmbito do Estado do RGS e do Município de Porto Alegre, aguarda-se para hoje ou amanhã a publicação de decreto(s) que venha(m) regular a restrição de atividades abertas ao público, o que poderá vir a inibir a realização das corridas semanais no âmbito do Jockey Club do RGS. O ilustre Prefeito da Capital – Sr. Nelson Marchezan Jr. -, antecipou, em entrevista concedida na manhã desta terça-feira (17.04.2020), que restringirá toda e qualquer atividade que agrupe mais de 50 (cinquenta) pessoas, medida extensiva não só as atividades em espaços públicos, mas também nos espaços privados, tais como: cinema, teatro, academias etc., o que igualmente nos atingirá.

Pretendemos manter a realização das corridas já programadas para o próximo dia 20 de março de 2.020, nem que seja com portões fechados desta feita, exceção a alguma norma estadual ou municipal publicada no curso desta semana que a proíba de sob qualquer forma, não se podendo sequer imaginar que nossa Entidade venha a desrespeitar a ordem pública. A tendência é de que no cenário nacional atual, por questão de saúde pública e financeira, venhamos a suspender nossas corridas, embora estejamos à espera da regulamentação advinda do Poder Público local.

Em primeiro plano, devemos optar por preservar a saúde dos nossos funcionários, profissionais e frequentadores; em segundo, plano está a ‘saúde financeira’ que se encontra em risco com eventual queda brusca no movimento de apostas. Há quem diga que os Jockey’s poderiam - e até deveriam  - realizar corridas sem público e com ‘apostas remotas’, mas isto é pensamento individualista de quem, no ‘abrigo sanitário de seu lar’, assistirá as corridas e apostará ‘online’;todavia, para que tais corridas se realizem, estaremos expondo nossos funcionários e profissionais a um extremado risco, ainda mais considerando que a imensa maioria deles depende do transporte público, e neste reside um dos mais expressivos perigos de contágio.

Não há hipótese de colocarmos em risco a saúde da ‘comunidade turfística’, assim entendida a formada pelo grupo de funcionários, profissionais e frequentadores, nem tampouco a saúde financeira do JCRGS, a ponto de novamente pôr em risco a regularidade dos pagamentos futuros de prêmios aos proprietários e comissões aos profissionais. Sabemos das dificuldades pelas quais nossos profissionais passarão, mas elas são da mesma proporção que todos cidadãos brasileiros enfrentarão neste caso.

Estamos vivenciando o caos sanitário e econômico, o mundo está ‘derretendo’ por conta do ‘coronavírus’ e, neste cenário, o Turfe não pode ter a pretensão de sair ileso da pandemia ou de ser um oásis sanitário inatingível pela calamidade que assola o mundo todo, restando-nos encarar a dura realidade.

EM BREVE NOTICIAREMOS OS RUMOS DAS ATIVIDADES LOCAIS.

A DIRETORIA

Compartilhe

e-max.it: your social media marketing partner
 

JCRGS TV